Sofrimento emocional eleva risco de morte por AVC

Novo estudo mostrou que pessoas que sofrem de ansiedade, depressão e insegurança têm até 66% mais chances de ter um acidente vascular cerebral

Ansiedade, depressão, distúrbios do sono, insegurança e outros problemas de ordem emocional elevam o risco de uma pessoa morrer devido a um acidente vascular cerebral (AVC) ou a uma cardiopatia isquêmica. Essa é a conclusão de um estudo feito na Universidade de Londres, no Reino Unido, e publicado nesta segunda-feira no periódico Canadian Medical Association Journal (CMAJ).
Para avaliar o impacto das desordens psicológicas sobre a saúde cardíaca da população, os pesquisadores selecionaram 68.652 homens e mulheres com idade média de 55 anos. No início do trabalho, nenhum participante tinha problemas cardiovasculares. Ao longo de oito anos, cada indivíduo respondeu a questionários que avaliaram sua saúde mental. Segundo o estudo, problemas psicológicos foram frequentes em 14% dessas pessoas, especialmente entre os mais jovens, as mulheres e os fumantes. Até o final da pesquisa, 2.367 participantes morreram por doenças cardiovasculares, sendo que 1.010 dos casos foram por doença cardíaca isquêmica e 562 por AVC.

A equipe concluiu que os problemas psicológicos estão associados a mortes por eventos cardiovasculares, especialmente em relação a essas duas doenças, elevando em 66% o risco de uma pessoa morrer por derrame cerebral e em 59% por doença cardíaca isquêmica. De acordo com os pesquisadores, esses resultados sugerem que a saúde mental dos pacientes deve ser levada em consideração na hora de analisar os riscos de uma pessoa ter um problema cardiovascular.

Fonte: Veja


This entry was posted in Dicas de Saúde and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.